Arrependimento, a caminho do avivamento.

Tema: Arrependimento, a caminho do avivamento.

Texto: Atos dos Apóstolos 17:30-31 No passado Deus não levou em conta o tempo da ignorância, mas agora ordena que todos, em todo lugar, se arrependam. Pois estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio do homem que designou. “Jesus e deu provas disso a todos, ressuscitando-o dentre os mortos”.

  • Vamos aprender a trilhar nos caminhos da obediência que se chama arrependimento.
  • O arrependimento nasce num momento em que nos encontramos totalmente impotentes diante da consciência de que pecamos.
  • Em que pecamos pastor?
  • Existe uma diferencia em pecar e viver na prática do pecado.
  • O importante é entender que tanto para um como para o outro o arrependimento tem que ocupar o seu lugar.
  • Tem pessoas que dizem eu não mato não roubo não prejudico ninguém.
  • Nós não tropeçamos nas montanhas, mas nas pedrinhas.
  • São coisas pequenas que destroem casamentos e relacionamentos.
  • Todo pecado confessado e abandonado é perdoado, mas a confissão e o abandono vêm por meio do arrependimento.
  • O arrependimento gera um sentimento de que somos indignos de quaisquer atributos ou promessa da parte de Deus.
  • Arrependimento é para quem reconhece que precisa da graça e misericórdia de Deus.
  • Arrependimento geralmente nasce sobre aqueles que dizem
  • Eu não sou nada,
  • Eu não mereço,
  • “Eu não sou digno”.
  • Se observarmos o Novo Testamento, veremos que o arrependimento repousa exatamente sobre os filhos que não se achavam digno.
  • João Batista iniciou seu ministério como precursor pregando o arrependimento.
  • Diante de um desastre, geralmente questionamos o porquê essas coisas acontecem.
  • Quando deveríamos questionar perguntando será que se arrependeram.
  • O arrependimento é o que nivela a todos, é a única chave que, em qualquer ocasião, toca o coração de Deus.
  •  O arrependimento é a porta para toda mudança.
  •  Aquele que tem consciência do pecado e age como se nada estivesse acontecendo, é um sinal de que o arrependimento não encontrou lugar em seu coração.
  • A primeira evidencia do arrependimento é o temor a Deus, ou seja, o cuidado o zelo de não viver na prática do pecado.
  • Salmos 51:1-4 Tem misericórdia de mim, ó Deus, por teu amor; por tua grande compaixão apaga as minhas transgressões. Lava-me de toda a minha culpa e purifica-me do meu pecado. Pois eu mesmo reconheço as minhas transgressões, e o meu pecado sempre me persegue. Contra ti, só contra ti, pequei e fiz o que tu reprovas, de modo que justa é a tua sentença e tens razão em condenar-me.
  • Salmos 32:1-4 Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados! Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa e em quem não há hipocrisia! Enquanto eu mantinha escondidos os meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer. Pois dia e noite a tua mão pesava sobre mim; minhas forças foram-se esgotando como em tempo de seca.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s